VOCÊ ESTÁ LENDO: Como funcionam os drones?

Como funcionam os drones?

O uso de Drones tem se tornado cada vez mais popular. Os robôs que voam já são utilizados para uma série de funções como filmagens de eventos, coberturas jornalísticas e até realização de entregas.

É bastante comum encontrar por aí alguém controlando um dispositivo como este. Mas, como será que os drones funcionam? Qual sistema possibilita que eles voem e desempenhem tantas tarefas?

 

O que é um Drone?

O drone é uma aeronave não tripulada que pode ser fabricada em diversos tamanhos. 

Inicialmente, foi desenvolvido para uso militar, mas ao longo do tempo foi ganhando novas utilidades que vão desde a captação de imagens para fins jornalísticos, cobertura de eventos, entregas de produtos para empresas ou simplesmente como uso de lazer.

Os drones também podem ser chamados de VANTs, que é a sigla para veículos aéreos não tripulados.

Quando foram desenvolvidos, os drones eram utilizados para proteger a vida dos soldados, visto que é menos arriscado enviar aeronaves não tripuladas em uma missão militar. Seu uso para essa finalidade começou a se popularizar na década de 80, quando Israel utilizou drones contra a força aérea da Síria.

Atualmente, a utilização militar desses dispositivos deixou de ser exclusiva e qualquer pessoa pode ter um drone, desde que dentro do que regulamenta a legislação.

 

Como funcionam os drones?

Os drones atuais são muito menores do que os que foram criados inicialmente para uso militar. São objetos pequenos e extremamente leves.

De modo geral, eles são fabricados em fibra de carbono, com pouca presença de metal e materiais plásticos. O uso da fibra garante resistência e leveza. Já o plástico, é utilizado em alguns pontos da estrutura que não influenciam na resistência do produto. O metal está presente nos motores, na bateria e nos parafusos.

Existem diferentes tipos de configurações para aeronaves não tripuladas. Os aparelhos mais comuns contam com quatro motores que ficam localizados nas suas extremidades. São motores pequenos elétricos e com hélices que sustentam o voo do drone, o que corresponde ao mesmo princípio de voo utilizado nos helicópteros.

As baterias ficam localizadas no corpo principal do dispositivo. Elas costumam ter um tamanho bem pequeno para não influenciar no aumento de peso. Por conta disso, o tempo de autonomia de voo não costuma ser muito grande, principalmente, nos drones menores.

Para voar, os drones também precisam de uma placa lógica, onde estão os sistemas de controle e de navegação. Dependendo do modelo do dispositivo, nesse circuito fica um chip de GPS, que permite uma navegação precisa.

Com a utilização de posições de navegação via satélite, pode ser programado o trajeto e quando o drone é solto, ele segue o caminho que foi desenhado pelo controlador de voo.

Nesta mesma placa, existe uma espécie de computador que recebe as instruções de navegação e transmite elas para os motores, aumentando ou reduzindo a aceleração ou a altitude durante o percurso.

Alguns aparelhos também oferecem recursos de transmissão de dados para o controlador, como a quantidade de bateria restante e imagens que são captadas por câmeras embutidas nos drones. É o que ocorre com os dispositivos utilizados em coberturas de eventos ou jornalismo. É possível encontrar drones com câmeras de alta qualidade, que fazem o registro de imagens em 4k.

Existem ainda, aqueles drones que têm um funcionamento mais complexo e que fogem dos padrões tradicionais que costumamos ver por aí. Eles são os drones militares que, além de ter um tamanho muito maior, podem funcionar com motores à combustão.

Para quem quer um drone para uso pessoal, existem modelos pequenos e fáceis de comandar que não requerem um alto investimento.

 

Os drones utilizam inteligência artificial?

A grande maioria dos dispositivos, não utiliza inteligência artificial. Apesar de serem robôs, eles obedecem aos comandos do operador de voo. Por conta disso, podem ser chamados de ferramentas robotizadas passivas.

Existem modelos mais modernos que possuem algum nível de autonomia no controle de voo e que podem navegar sozinhos utilizando o GPS. Porém, não são drones acessíveis.

 

E aí, você curte tecnologia?

Aqui no Blog da Jandaia, temos uma série de conteúdos interessantes sobre o tema. Navegue e aproveite a leitura.

Além disso, nós falamos por aqui sobre vários conteúdos legais como cultura, cinema, esportes, meio ambiente, damos dicas de estudos, de saúde, e muito mais.

E já que você chegou até aqui, não deixe de dar aquela passadinha no nosso site para conferir todas as novidades em produtos da linha 2022. São cadernos, agenda, planners, blocos e vários outros materiais para te acompanhar na rotina de estudos. Acesse e confira.

Compartilhe nas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Veja outros posts...