Produção de papel reciclado

Produção do papel reciclado

Os problemas com o meio ambiente são muitos e os mais diversos possíveis. Por exemplo, o Brasil é o 4º país do mundo em produção de lixo e a maioria não vai para aterros sanitários e também não recebe o tratamento adequado. Normalmente, vão para lixões, produzem chorume e gases tóxicos como o metano, o principal responsável pelo efeito estufa.

Por isso, a produção de papel reciclado é muito importante. Apesar de ser um processo simples — pode ser feito até mesmo de maneira caseira — consegue fazer uma grande diferença na preservação do meio ambiente. 

Aqui no Brasil, cada vez mais as pessoas estão investindo em reciclagem e 85% dos brasileiros possuem acesso à coleta seletiva de acordo com uma pesquisa divulgada na revista Época.

Você sabe como é feito o papel reciclado ou como funciona o processo de produção? É exatamente sobre isso que falaremos agora. Acompanhe!

Passo a passo da produção do papel reciclado 

Passo 1: coleta seletiva

A coleta seletiva é um tipo de coleta de lixo que tem como principal objetivo o reaproveitamento do que foi descartado pela população. Porém, para que ela aconteça, as pessoas precisam fazer a sua parte.

Por exemplo, o caderno que você usa todos os anos, as folhas que utiliza para imprimir materiais e aquela agenda que será descartada no ano seguinte podem ir para a coleta seletiva. Mas, para que isso aconteça e esse papel possa ser reutilizado, você precisará jogar esses materiais em um local próprio para o papel. Assim, no momento da coleta, será possível levar esse papel para a reciclagem.

O mesmo pode ser feito, por exemplo, com embalagens. No caso de embalagens de alimentos, antes de colocar no lixo para papel, é preciso lavar para depois enviar para a coleta seletiva. 

Passo 2: triagem

A triagem é o momento no qual os responsáveis pela coleta seletiva fazem uma seleção rigorosa sobre o que pode ser reaproveitado e o que não pode ser. Além disso, também são retirados materiais que podem ser perigosos para os trabalhadores como metais e vidros. Por fim, também retiram outros objetos que costumam vir junto com o papel como clipes, grampos e afins (o ideal mesmo é que o próprio cidadão remova).

Essa é uma etapa de extrema importância, pois o material que será de fato reciclado será separado em lotes, que seguirá para a reciclagem. 

Passo 3: classificação

Os papéis são divididos de acordo com a qualidade e com a quantidade de tinta que possuem. Por exemplo, revistas e outros papéis do tipo costumam ter menor qualidade para fazer a reciclagem, já os papéis mais claros como folhas de caderno são ótimos para se transformar em papel reciclado no futuro.

Passo 4: trituração

Alguns lotes de papel precisam ser triturados para que possam ser utilizados. Eles precisam estar em dimensões pré-estabelecidas para que possam se transformar em folhas no futuro. Depois, esse papel triturado é dividido em fardos, seguem para a indústria de reciclagem propriamente dita ou para o setor. É nesse local que o papel usado se transforma em papel novo em folha.

Passo 5: o velho vira novo

Para que o papel usado se transforme em novo, são extraídas as fibras de celulose existentes. Assim, o papel novo pode ser fabricado usando apenas essas fibras ou pode ser necessária a adição de pasta para papel. As mesmas fibras de celulose podem ser recicladas de 5 a 7 vezes. Quanto mais essas fibras são utilizadas para a reciclagem, mais há a necessidade de usar a pasta para papel como uma forma de complemento. 

Dentro dessa etapa, existem fases do processo, que são as seguintes:

  • Desagregação ou maceração: aqui, mistura-se o papel velho com a água, para que as fibras de celulose fiquem mais fracas;
  • Depuração e lavagem: é uma forma de descontaminar o papel, como se o papel e a água passassem por peneiras cada vez mais finas;
  • Dispersão: os contaminantes que não são removidos por meio mecânico são eliminados nessa fase. O papel é colocado em uma espécie de forno que fica entre 50 a 125ºC;
  • Destintagem: algumas partículas de tinta ficam grudadas nas fibras de celulose. Essa fase serve para removê-las;
  • Branqueamento: para obter um produto de ainda mais qualidade, pode-se utilizar essa fase. Assim, o papel fica ainda mais branco, mas a destintagem é o suficiente para a maioria dos casos.

Ao final dessas fases obtém-se uma pasta na qual podem ser adicionados alguns produtos químicos como amido de mandioca, sulfato de alumínio e outros. Depois disso, a fabricação do papel reciclado é muito parecida com a do papel comum. 

O papel reciclado pode ser utilizado para muitas outras coisas que vão além do papel ofício, cadernos e agendas. Ele pode ser usado como matéria-prima para papel higiênico, guardanapos, embalagem para ovos (e várias outras), caixas de papelão, jornal e outra variedade de itens que utilizamos no dia a dia.

 

Por que fabricar papel reciclado?

1 tonelada de papel consegue evitar a derrubada de 15 a 30 árvores e esse já é motivo mais que suficiente para que todos estejam empenhados em reciclar o papel. Além desse, podemos dar muitos outros como:

  • Economia de água: enquanto que na fabricação do papel tradicional são necessários até 100 mil litros de água, para fazer o papel reciclado, apenas 2 mil litros são suficientes;
  • Economia de energia: a fabricação de papel reciclado consegue economizar até 80% de energia em comparação ao papel comum;
  • Criação e empregos: além de poupar recursos, a produção de papel reciclado consegue oferecer vagas de empregos, algo muito necessário para o momento em que vivemos atualmente no nosso país.

Viu como a produção do papel reciclado pode ser excelente para todos? Ajude na coleta seletiva da sua cidade, separe o papel, tire grampos e clipes e facilite o trabalho de todos. Outra maneira de ajudar é adquirindo produtos feitos com papel reciclado.

Gostou de saber como o papel reciclado é feito? Compartilhe essa informação com outras pessoas nas suas redes sociais e leve conhecimento a todos!

 

Compartilhe agora

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Mais sobre a Jandaia

A Empresa

Certificações

Sustentabilidade

Compromisso

© 2020 Jandaia | Grupo Bignardi - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: Agência Digital Lema