Tecnologias que ajudam o meio ambiente

Tecnologias que ajudam o meio ambiente

Confira 9 tecnologias que ajudam o meio ambiente e saiba a importância de cada uma delas para o nosso dia a dia e para o futuro

Tanto se fala em tecnologia e em como ela é boa para os seres humanos, então por que não utilizá-la para conversar o meio ambiente. Com o nosso ritmo de consumo — já usamos os recursos naturais com mais rapidez do que o planeta consegue repor — que se nada for feito agora, depois será tarde demais.

Por isso é tão essencial a criação de novas tecnologias para ajudar o meio ambiente e fazer com que tudo funcione da melhor maneira possível. Só assim e com o empenho de cada pessoa é claro, as próximas gerações poderão conviver e sobreviver aqui.

E quais são essas novas tecnologias que ajudam o meio ambiente? Conheça abaixo algumas delas!

1. Lâmpadas Inteligentes

Não, não estamos falando das lâmpadas por sensor, mas sim de lâmpadas que podem ser controladas por meio de um smartphone.

O desperdício de energia elétrica não dói apenas no bolso, dói em todo ecossistema. O Brasil tem uma vantagem: utilizamos a maior parte da energia vinda de recursos hídricos, ou seja, de hidroelétricas (que ainda assim, geram um impacto no meio ambiente). Quando o nível de água está baixo, precisamos usar as usinas nucleares. Além de a conta ficar mais cara no fim do mês, a poluição ambiental é maior.

Com o uso das lâmpadas inteligentes poderemos ter muito mais controle com o gasto de energia. Além de ligar e desligar, podemos também controlar a intensidade da luz que elas emitem. Você também pode programar um horário para ligar e desligar as luzes.

2. Árvore de painel solar

É um tipo de conjunto de painéis solares, mas são organizados de forma que pareçam folhas de uma árvore. Elas possuem receptores menores quando comparados aos painéis encontrados em telhados. Conseguem oferecer energia suficiente para manter o Wifi ligado, portas USB e também sistema de refrigeração de água.

3. Tomada ecológica

Essa é certamente uma tomada que você precisa ter em casa porque ela consegue reduzir em até 40% o consumo de energia dos mais diversos aparelhos. Você pode usar no ferro de passar roupa, na cafeteira, na chapinha e em vários outros. Ela é compatível tanto com 110 volts quanto com 220. A Tomada Ecológica consegue manter o mesmo desempenho do aparelho sem precisar utilizar a máxima energia para isso.

4. Compostagem doméstica

É uma ótima forma de transformar o lixo orgânico em um adubo de excelente qualidade e reduzir em até 70% a quantidade desse tipo de lixo que vai parar nos lixões. 

Trata-se de 3 caixas plásticas, uma em cima da outra e todas preenchidas com terra e minhoca. Também possui uma torneira acoplada. Nela, você pode jogar o seu lixo orgânico como cascas e restos de frutas, verduras e hortaliças, borra de café, restos de alimentos cozidos, talos e assim por diante. 

Você pode utilizar esse adubo para fazer a sua horta em casa, pode vender, transformando isso em uma fonte de renda ou pode doar para quem utiliza.

5. Sustentabilidade online

Uma amostra de que você não precisa ser um grande cientista para ajudar o meio ambiente partiu da Prefeitura de Salvador. Para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, ela promoveu uma ação mais que especial na sua página no Facebook. 

Para cada curtida em uma postagem específica sobre o tema, foi plantada uma árvore em vários pontos da cidade pela Secretaria Cidade Sustentável (Secis).

6. Tinta de isopor

Já imaginou usar uma tinta feita de isopor? Será que isso é possível? Graças a duas alunas de engenharia química do Rio Grande do Sul, é possível sim.

Elas começaram a pensar em produtos que eram pouco recicláveis e descartados em grande quantidade no meio ambiente. A resposta? O isopor. Ele não se dissolve no meio ambiente nem libera substâncias nocivas, o que é bom. 

O grande problema é quando ele vai parar nos oceanos e age como uma verdadeira esponja, absorvendo os poluentes do ambiente. Aí o animal vai e engole isso. Um grande risco para a saúde dele e também para a nossa saúde que acabamos por consumir nas prateleiras do supermercado.

Então, as meninas resolveram transformar o isopor em algo bom, algo que além de beneficiar os seres humanos, também beneficiasse a natureza. Encontraram uma forma de transformar isopor em tinta.

Outra boa ideia que elas colocaram em prática foi trocar o solvente comum em um solvente biodegradável feito à base de cascas de frutas cítricas.

Confira também um pouco sobre como é fabricada a sacola biodegradável!

7. Rede para vazamento de óleo

Quando ocorre um vazamento de petróleo no oceano, usam-se esponjas para sugar esse óleo e impedir que ele avance. O problema é que essas esponjas precisam ser descartadas em algum lugar e, no final das contas, a única diferença é que o problema sai de um lugar e vai para o outro. Resumindo, a poluição continua.

Foi pensando nisso que dois alunos da Universidade de Ohio fizeram um protótipo para solucionar o problema. Um tipo de peneira que deixa passar a água, mas retém o óleo. O segredo está no material do qual é feita essa malha: aço inoxidável recoberto por uma substância que repele o óleo. Assim, o petróleo consegue ser levado para um outro tanque e guardado sem poluir o mar.

8. Abastecimento inteligente de água

Muitas pessoas acreditam que a próxima guerra mundial será por causa da água. Afinal de contas, estamos falando de um recurso essencial à sobrevivência do ser humano. Muitos rios já secaram ou estão tão poluídos que toda a vida que existia neles já morreu. Portanto, cabe a nós economizar a pouca água doce que ainda existe no mundo e no nosso país.

Por isso, pesquisadores brasileiros criaram uma técnica para identificar vazamentos em locais de fornecimento de água com a utilização de inteligência artificial. Em vez de levar 12 horas enchendo a tubulação de água para calcular a pressão e vazão, agora podem fazer esse mesmo cálculo em apenas 26 minutos. Assim, a economia de água é imensa e os vazamentos são identificados com a mesma precisão.

9. Uso de madeira de reflorestamento

A madeira de reflorestamento não é necessariamente uma tecnologia, mas é isso que torna tudo ainda mais interessante. Pois, não é preciso ser um expert no assunto para ajudar o meio ambiente. Assim, muito pode ser fabricado com esse tipo de madeira, agredindo menos o meio ambiente e contribuindo para a sustentabilidade.

E como você pode ajudar? Consumindo produtos de madeira de reflorestamento. Como móveis e também material escolar como agenda, cadernos e outros. Usar papel reciclado também ajuda consideravelmente.

Uma das formas de ajudar o meio ambiente é praticando o consumo consciente. Confira algumas ideias!

Compartilhe agora

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Receba nossas novidades

Mais sobre a Jandaia

A Empresa

Certificações

Sustentabilidade

Compromisso

© 2020 Jandaia | Grupo Bignardi - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: Agência Digital Lema