QUAIS SÃO OS LIMITES DE EXPOSIÇÃO NAS REDES SOCIAIS?

Quais são os limites de exposição nas redes sociais?

Será que o brasileiro conhece uma palavra chamada limites? Vemos os mais diversos memes na internet mostrando que a criatividade das pessoas aqui vai muito além. Porém, esse definitivamente não é o problema, mas sim a grande exposição nas redes sociais, às vezes, prejudicial para algumas pessoas. 

Muitas não conseguem lidar, por exemplo, com as críticas, algo que pode desencadear uma série de sentimentos e sensações ruins e levar a atitudes mais drásticas.

De acordo com uma informação publicada na Revista Exame em 2018, mais de 60% da população brasileira era usuária ativa nas redes sociais. O Instagram já possui mais de 1 bilhão de usuários no mundo e aqui no Brasil são 50 milhões de contas ativas. E o nosso país é o 2º no ranking dos países que mais utilizam as redes sociais. 

Esses dados só mostram o quanto é importante para nós estarmos nas redes sociais e sermos vistos. Mas será que isso é o melhor para as nossas vidas? Será que não estamos exagerando ao postar cada minuto do que fazemos? E a nossa privacidade? 

Vamos falar um pouco disso agora e refletir sobre o assunto para compreender como estamos extrapolando os limites de exposição nas redes sociais. Confira!

Suicídio ao vivo pelo Periscope

O Periscope é uma plataforma de streaming, ou seja, ela consegue transmitir vídeo ao vivo, muito utilizado quando o Facebook e o Instagram não conseguiam oferecer as lives. Em 2016, uma jovem francesa de 19 anos chamada Océane filmou o próprio suicídio. Ela mostrou ao vivo o momento em que se jogava na frente de um suburbano e o vídeo durou 29 minutos.

O motivo? De acordo com os internautas que assistiram ao vídeo, Océane estava acusando o ex-namorado de tê-la estuprado e publicado a agressão em outro aplicativo, o Snapchat. Alguns internautas perceberam o que ela ia fazer e ligaram para a emergência, mas não deu tempo.

Esse só foi um dos exemplos que de realmente os jovens, principalmente, estão ultrapassando os limites do que postam. É claro que, nessa situação, mostra-se um grande nível de desespero e a jovem não enxergava alternativa diferente. Mas sem se dar conta, ela pode ter deixado pessoas traumatizadas e até mesmo incentivado o suicídio. É preciso ter cuidado.

A imagem dos influenciadores digitais

A profissão de Digital Influencer, por exemplo, é das mais que mais atraem os jovens atualmente. Isso porque é uma carreira que passa a imagem de muito glamour e pouco trabalho. Mas, em muitos casos, a própria rede social mostra o lado negativo disso.

Por exemplo, não faz muito tempo, vimos a blogueira Fernanda Coxta humilhar uma senhora que estava pedindo dinheiro. Aqui, claramente, ela não sabia qual limite dar para sua exposição nas redes sociais e postou a cena. O resultado perdeu metade dos seus seguidores e depois fez um vídeo chorando muito e pedindo desculpas.

Outra situação foi a da blogueira Bianca Andrade, dona do blog Boca Rosa. Ela foi gravada sem saber e fala que fez uma lipo, mas, nas redes sociais, ela vendia um estilo de vida saudável e os seguidores acreditavam que ela tinha emagrecido apenas por meio de alimentação e exercícios físicos. Ela foi extremamente criticada pelos seguidores, perdeu muitos deles e ficou emocionalmente abalada.

Há, de fato, muito glamour na vida dessas pessoas, mas será que você está preparado para ser criticado? Você tem maturidade emocional o suficiente para receber uma crítica ou até algo mais intenso e não ir ao extremo? É bom pensar muito bem nisso, pois as pessoas estarão vendo e analisando o que você faz a todo o momento.

Redes sociais no dia a dia

Não estamos falando aqui que é errado postar coisas da vida pessoal nas redes sociais, mas sim de estabelecer limites. As pessoas vivem conectadas e muitas não tiram mais fotos para guardar a recordação, mas sim para postar nas redes sociais. É muito comum, por exemplo, sair em grupo e em vez de conversarem entre si, as pessoas ficarem usando apenas o celular.

Outro ponto que merece atenção é que muitas pessoas conseguem se socializar melhor no espaço virtual. Afinal de contas, ali, elas podem passar uma imagem diferente do que realmente são. Nas redes sociais não há espaço para os momentos ruins, para lágrimas, mas sim para aquele banho de piscina com champagne. Todos podem criar a vida que gostariam de ter e fazer com que os outros pensem que aquilo é real. É como se pudesse viver um pouco no mundo da fantasia.

Porém, toda essa exposição pode ser um tanto complexa. Por exemplo, postar os locais que você está pode ser um motivo para assalto. Falar sobre problemas pessoais, discutir abertamente com outras pessoas, falar sobre a sua situação financeira, problemas conjugais e com os filhos, são algumas das coisas que não cabem nas redes sociais. Afinal de contas, são informações muito pessoais e se expor dessa maneira também têm suas consequências.

Além do mais, é preciso ter muito cuidado para uma postagem não virar caso de polícia. Por exemplo, um bombeiro lançou um áudio que está circulando pelas redes sociais com ataques racistas à atriz Cacau Protásio. Palavras como “gorda” e “preta”, em tom pejorativo, foram direcionadas à atriz que já fez a denúncia. Realmente, as pessoas estão perdendo totalmente a noção do que deve ou não ser publicado nas mídias.

Quais os riscos?

Além de sofrer com problemas emocionais, receber muitas críticas e até mesmo ser denunciado por um crime, se expor demais nas redes sociais pode custar a vaga de um emprego. Existem muitas oportunidades nas quais os recrutadores pedem os links das redes sociais e investigam a vida daquela pessoa. Fotos nas quais mostram você o tempo todo em festas, curtindo com os amigos e bebendo podem detonar a sua carreira.

Pode até parecer um pouco hipócrita, afinal de contas, todo mundo faz. Mas as coisas no mundo real funcionam de outra maneira. Pense bem, as pessoas passam a ter uma imagem de você, a de que você só está interessado em festas. Qual a credibilidade que passa para conquistar aquela vaga? E se decidir abrir um negócio, como ficará a sua imagem? Pense nisso.

Compartilhe agora

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Mais sobre a Jandaia

A Empresa

Certificações

Sustentabilidade

Compromisso

© 2020 Jandaia | Grupo Bignardi - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: Agência Digital Lema