Próximos passos após o homem na lua

50 anos que o homem foi a Lua

Desde que o homem foi à lua, já se passaram 50 anos. E agora? Quais serão os próximos passos da agência espacial NASA? Uma super novidade sobre isso é que a agência resolveu abrir ao público viagens espaciais para visitar um laboratório que fica orbitando sobre a Terra. Já pensou em fazer uma viagem para o espaço? Pois bem, esse sonho já está bem mais perto de ser realizado.

Viajar para o espaço nem sempre foi algo tão palpável. Hoje é comum sabermos que um homem está em uma das estações espaciais que existem. Mas, há 50 anos, a história era bem diferente. Não existia a tecnologia que temos hoje, os computadores eram enormes, ocupavam uma sala inteira e não existiam muitas pessoas que sabiam mexer neles.

Mesmo com todos esses problemas, conseguimos enviar um homem para a lua com segurança e até hoje é um marco na história da humanidade. Quer saber mais sobre isso? Então, acompanhe o texto até o final!

 

O que foi o Apollo 11?

 

O Apollo 11 foi o primeiro voo espacial que levou o homem à lua. A nave foi tripulada por norte-americanos e, entre eles, está Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na lua e Buzz Aldrin que pisou em solo lunar logo após. Eles passaram pouco mais de 20 horas fora da aeronave e conseguiram coletar 21,5 quilos de material para ser analisado no nosso planeta.

Foi de Neil Armstrong a célebre frase que ficou conhecida por todos: “Este é um pequeno passo para um homem, um passo gigante para a humanidade”.

Enquanto tudo isso acontecia, Michael Collins estava pilotando sozinho o módulo de comando e só reencontrou seus companheiros 21 horas e 30 minutos depois, ou seja, quando seus colegas retornaram para a nave.

 

A missão que levou os homens à lua aconteceu na Flórida, no dia 16 de julho de 1969 e no dia 21 de julho, os astronautas aterrissaram e passaram um dia na lua. A nave Apollo foi formada por 3 partes, o módulo de comando que era a cabine com espaço para 3 pessoas (sendo esta a única parte que retornou), um módulo de serviço que oferecia para a nave energia elétrica, oxigênio e água e um módulo lunar. Este último era dividido em duas partes: uma para descer na órbita da lua e outra para subir e voltar para a Terra.

Os astronautas voltaram para o planeta no dia 24 de julho, ou seja, 8 dias após a saída, e aterrissaram no Oceano Pacífico.

 

Mas, como isso mudou as nossas vidas?

 

Esse realmente foi um grande feito para a humanidade e também teve impacto na vida de pessoas comuns. Como isso modificou o nosso cotidiano?

Provavelmente você não faz a menor ideia de como os avanços tecnológicos realizados para mandar o homem para a lua conseguiu mudar as nossas vidas. Sabe aquele amortecedor que você tanto gosta no seu tênis? Essa tecnologia foi criada graças às pesquisas feitas para a expedição do Apollo 11. Existem várias outras inovações tecnológicas que fazem parte desse período.

Por exemplo, os princípios básicos da computação foram criados para esse propósito. É claro que os computadores e smartphones que temos hoje são muito mais potentes. Mas a base para a criação deles está lá na década de 60.

As roupas utilizadas pelos bombeiros e por operários que precisam lidar com temperaturas extremas, tiveram sua tecnologia desenvolvida na época do lançamento do Apollo 11. Foi necessário criar um tecido especial para que os astronautas pudessem suportar a incrível variação de temperatura no espaço e na lua. 

Diversas tecnologias foram criadas, muitas delas são até hoje utilizadas na medicina. Por exemplo, altas temperaturas para eliminar as bactérias de instrumentos cirúrgicos também foram usadas para cozinhar os alimentos que iriam ficar na aeronave fora da geladeira. Foi uma forma de evitar que os tripulantes consumissem alimentos contaminados.

 

Por que essa data é tão comemorada?

 

Muito se vê falando sobre o marco dos 50 anos do homem na lua. Essa data foi bastante comemorada em todas as partes do mundo, pois foi um avanço para a humanidade em todos os sentidos. O homem nunca tinha ido tão longe, uma viagem como essa também abriu portas para que os seres humanos, um dia, possam pisar em outros planetas.

O Google também comemorou a data e em grande estilo. Resolveu lançar o Doodle, um tipo de vídeo interativo no qual o próprio Michael Collins narra um tour da missão que levou o primeiro homem à lua. A empresa Lego também chegou a fazer a sua homenagem, montando o traje espacial com milhares de peças.

 

O que é NASA?

 

A sigla em português significa Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço e é uma agência dos Estados Unidos. Ela é a responsável por todo o tipo de desenvolvimento e avanços espaciais do país.

A agência foi criada em 1º de outubro de 1958. Com uma preocupação constante de invasão por parte da União Soviética pelo ar. A NASA foi criada com o objetivo de fiscalizar todo o espaço aéreo terrestre ou não. Assim, ela também teria como papel auxiliar outros órgãos do país como a Agência Central de Inteligência, a famosa CIA.

 

O que é Estação Espacial Internacional?

 

É uma estação de pesquisa que fica orbitando ao redor do nosso planeta. É um tipo de laboratório que começou a ser construído em 1998 e foi concluído em 11 de junho de 2011. É uma forma de observar o espaço ao nosso redor, uma forma de manter a presença do homem não só no planeta, mas também fora dele. 

Ela é sempre tripulada por 3 pessoas que ficam se revezando com o passar do tempo. A estação precisa ser constantemente reposicionada, pois fica a uma baixa altitude e, em alguns momentos, sai da órbita. Outro objetivo dela é servir de apoio para outras missões como ir à Marte ou a asteroides.

 

Quando pretendem começar o passeio?

 

Como dissemos no início, a NASA abrirá a possibilidade de um passeio dentro da estação espacial. Serão até 2 viagens particulares por ano, com uma duração de até 30 dias. O preço é um pouco salgado, pois a hospedagem custaria um valor de US$ 35 mil por diária (cerca de R$ 135 mil), um montante que somaria US$ 50 milhões ou mais. Isso em dólar, em real o valor ainda é bem maior. Estima-se que a primeira viagem já poderá acontecer em 2020.

Tudo será feito por meio de uma empresa privada em parceria com o governo russo e norte-americano (a estação pertence aos dois países). A nave será tripulada por 12 astronautas, todos particulares.

 

Por que abrir para viagens particulares?

 

Bom, existem dois bons motivos para isso. O primeiro deles é que, com isso, o governo poderá ganhar uma quantia considerável que ajudará a NASA em novos projetos. O segundo deles é abrir uma porta para que a meta do governo Trump seja cumprida: a de retornar à lua até 2024. Esse projeto seria financiado pelos contratantes do serviço. 

 

Quais as próximas metas da NASA?

 

Como você já pode imaginar e já dissemos algumas vezes neste texto, a próxima meta da NASA é fazer com que o homem pise em Marte. Várias missões não tripuladas já foram feitas a esse planeta, inclusive antes da Apollo 11. 

Toda a superfície de Marte já foi mapeada e foram encontradas substâncias que também existem no nosso planeta como argila, ferro (em grande quantidade), titânio e alumínio. Também já foi descoberto que existe água, tanto no estado sólido quanto no líquido. 

Foi constatado que há mais de 3,5 milhões de anos a atmosfera de Marte era muito parecida com a do nosso planeta, inclusive, existiram oceanos. O objetivo agora é fazer com que uma pessoa coloque os pés neste solo para nos trazer mais informações.

São muitas as novidades não é mesmo? Você já pensou em ser astronauta e fazer viagens no espaço? Como ser o primeiro a pisar em Marte, por exemplo. Conte pra gente!

Compartilhe agora

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Mais sobre a Jandaia

A Empresa

Certificações

Sustentabilidade

Compromisso

© 2020 Jandaia | Grupo Bignardi - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: Agência Digital Lema