Como funciona na internet

Como funciona a internet

Como são gerados os dados de Internet?

Você já parou para pensar sobre como funciona a internet? Acessamos essa rede em computadores, celulares e outros aparelhos e por meio deles uma infinidade de informações. Mas, como será que tudo isso é gerado? Como é possível acessar informações de qualquer lugar do mundo por meio de um simples aparelho?

Parece ser algo bastante complexo, mas vamos te explicar de uma forma bem simples!

 

Como tudo começou

A criação da Internet teve início na década de 60 durante a Guerra Fria quando o Departamento de Defesa dos EUA juntamente com a ARPA (Agência de Desenvolvimento de Projetos Avançados) conseguiram desenvolver uma rede de computadores para realizar a transmissão de informações sem riscos de sabotagem.

O objetivo era a criação de uma rede com diversos computadores que conseguissem transmitir informações em conexões independentes, ou seja, mesmo que uma das máquinas fosse paralisada, as outras continuariam a trocar essas informações.

Para que essa rede se tornasse imune a possíveis ataques, utilizou-se tecnologia para transmitir dados via comutação de pacotes (packet switching), isso permitiria que, a rede encontrasse diferentes rotas para transmitir os dados, reduzindo as chances de paralisação.

 

Então, o que é a Internet?

A Internet é entendida, de modo geral, como uma rede de computadores. Mas, podemos dizer que se trata de uma rede de redes compartilhadas. Explicando melhor, ao conectar dois computadores entre si, já se estabelece uma rede local, que é chamada de network.

Vários computadores podem ser conectados uns aos outros em uma rede local. Mas, para que se possa acessar outros computadores fora dessa rede, então é preciso acesso à internet.

O acesso externo acontece quando uma rede local é conectada a uma rede maior. Para isso, o provedor da internet utiliza a tecnologia TCP/IP, que é um modo de comunicação baseado em IP (Internet Protocol).

Um IP é o endereço de cada ponto que se conecta a uma rede, ou seja, de cada computador que é conectado a outros computadores. O seu computador, por exemplo, utiliza um IP para se conectar. Isso permite, portanto, a criação de uma grande teia de redes.

Quanto as informações que nós vemos na internet, como nos sites por exemplo, tratam-se de aplicativos que ficam armazenados em servidores, que são grandes computadores que se conectam à rede mundial e também são identificados por meio de um endereço IP.

 

O caminho percorrido pelos dados

Até chegar em nossas casas, os dados percorrem um caminho que depende de quatro passos essenciais que são: Backbone, provedor de acesso, provedor de serviço e usuário final.

Cada um deles tem uma função na transmissão dos dados.

  1. Backbone

O Backbone é como a espinha dorsal da Internet, ou seja, é o responsável por interligar todos os pontos da rede. Podemos dizer que se trata do núcleo das redes, os pontos-chave para que seja possível a transmissão por meio de tecnologia TCP/IP.

É o backbone o responsável por enviar e receber dados de localidades diferentes, seja dentro ou fora de um país. Ele é dividido em partes menores, o que ajuda a acelerar o tráfego.

Na prática, quando enviamos uma mensagem por e-mail, por exemplo, essa mensagem é enviada da rede local para um backbone e depois é encaminhada para outra rede local. O mesmo acontece ao se acessar um site, primeiro as informações passam pelo backbone e depois chegam à rede do usuário.

  1. Provedor de acesso

Os provedores são as empresas que contratam o sinal dos backbones para fazer a distribuição aos usuários. De modo geral, estão ligadas as telecomunicações e disponibilizam planos aos usuários para que eles possam contratar e ter o acesso à internet.

  1. Provedor de serviço

Um provedor de serviço é necessário para a implantação de um meio onde seja possível realizar o tráfego dos dados.

São empresas que recebem os dados dos provedores de acesso e fazem a distribuição aos usuários utilizando as linhas telefônicas, via rádio, fibra ótica, etc.

  1. Usuário Final

Como você já deve saber, os usuários finais somos nós que estamos conectados a internet e interagindo com ela.

Ao chegar ao usuário final, a internet repete o caminho feito até então, porém de forma inversa. Os dados enviados pelo usuário final trafegam até o provedor de serviço, são enviados para o provedor de acesso e novamente, chegam até o backbone. A partir do backbone, é realizado o mesmo caminho até o próximo destino.

Para facilitar a navegação, os endereços IP’s dos sites são convertidos em atalhos, que seriam os famosos “www”. Eles são baseados na tecnologia DNS e tornam a navegação mais simples. Dessa forma você não precisa digitar o endereço IP de um site para chegar até ele.

E aí, gostou de saber como funciona a internet?

Não esquece de passar no site da Jandaia e conferir nossos produtos!

 

 

Compartilhe agora

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Mais sobre a Jandaia

A Empresa

Certificações

Sustentabilidade

Compromisso

© 2021 Jandaia | Grupo Bignardi - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por: Agência Digital Lema