O que é o Movimento Maker?

O que é o Movimento Maker?

Você já deve ter ouvido falar na cultura do “Faça Você mesmo” ou “Do it yourself”, não é mesmo? A internet está repleta de ideias de DIY, que nada mais são do que formas de fazer algo com as próprias mãos.

O Movimento Maker surgiu a partir dessa ideia e conta com a participação de pessoas que são chamadas de “fazedores”, formadas em diferentes áreas e que se dedicam a criação de produtos diversos com base em prototipagem.

O objetivo é criar espaços onde qualquer pessoa possa criar os seus próprios objetos com base na tecnologia. Nesses ambientes é promovido o acesso a impressoras 3D, máquinas para corte de vinil e corte a laser, softwares e hardwares abertos e outras ferramentas que, de outra forma, são inacessíveis para a grande maioria das pessoas.

Como surgiu esse movimento?

Também chamado de “a terceira revolução industrial”, o Movimento Maker estabeleceu novas formas de produzir, com ambientes de trabalho onde a colaboração é o alicerce principal. Ou seja, são locais onde várias pessoas podem trabalhar ao mesmo tempo e colaborando umas com as outras.

O movimento surgiu em 2005 quando foi lançada a revista Make Magazine. Além dessa publicação, o movimento também conta com vários outros elementos como a Maker Faire, um evento anual que é realizado em diversos países.

A seguir, falaremos um pouco sobre estes elementos.

Elementos do Movimento Maker

FAB LABS

Esta é uma abreviação para o termo “fabrication labs”, um conceito que teve origem no MIT (Instituto Tecnológico de Massachussets) que nada mais é do que um laboratório de fabricação. São nesses locais que são disponibilizadas as ferramentas tecnológicas para possibilitar a criação de protótipos, como as impressoras 3D.

MAKER FAIRE

Como já citamos acima, consiste em feiras realizadas em diferentes países, onde as pessoas que trabalham nestes laboratórios (Fab Labs) podem colocar as suas criações para exposição ao público, abrindo também possibilidades para desenvolvimento de novos projetos em parceria com outros fazedores.

Essa feira acontece anualmente nos Estados Unidos e também já teve edições em países da Europa e até no Brasil. Aqui o evento ocorreu em 2016 e foi chamada de mini maker faire Rio de Janeiro.

MAKERSPACES

São espaços como os laboratórios de criação, onde as ferramentas para a fabricação de protótipos ficam disponíveis, porém, esses locais são comerciais e cobram uma pequena taxa para que os makers possam utilizar o espaço.

ARDUINO

Não consiste em um local, mas foi uma ferramenta muito importante para a consolidação do Movimento Maker. Arduino é uma placa eletrônica que possui código aberto e tem baixo custo de aquisição. Ela é capaz de fazer a leitura de comandos e conectar hardware (peças) a softwares (programas de computador), facilitando os processos de criação e montagem.

Quais são os benefícios o movimento maker?

Primeiramente, devemos destacar que a proposta do movimento estabelece uma nova forma de pensar a economia, com base na colaboração. Por conta disso, é um conceito que pode ser aplicado de forma muito produtiva para a educação.

Os fazedores tem um pensamento focado na aprendizagem e as suas atividades vão muito além da produção de brinquedos, são ideias que realmente podem contribuir para melhorar a vida em sociedade.

O movimento tem muito a acrescentar para as escolas e também para o mundo dos negócios, especialmente para empreendedores que gostam de inovação.

Veja alguns dos principais benefícios:

  • Movimento é open source, ou seja, tudo o que for criado a partir dele é livre para utilização de todos;
  • No movimento você pode encontrar parcerias para desenvolver os seus projetos. Tudo é feito com base na cocriação e se você precisa de um time com conhecimentos específicos para complementar seu projeto, então você encontrará;
  • Esses espaços são acessíveis, ou seja, você não precisa dispor de alto investimento para ter acesso a ferramentas tecnológicas.

Iniciativas como essa podem ajudar na criação de tecnologias realmente transformadoras para a sociedade. Afinal, abre espaço para que todas as pessoas possam acessar ferramentas que antes eram inacessíveis.

Esperamos que você tenha gostado desse conteúdo! Não esqueça de visitar o site da Jandaia e conferir todas as novidades.

Compartilhe agora

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

© 2021 Jandaia | Grupo Bignardi – Todos os Direitos Reservados

Feito com 🧡 por Conteúdo Conecta